PUBLICIDADE
Importante
Vacina pode gerar doenças autoimunes em quem já tem imunidade para Covid-19, alerta médico
15/12/2020 15:38 em MUNDO

Quem tem imunidade ao novo coronavírus pode desenvolver complicações graves se tomar alguma das vacinas para Covid-19. Isso porque o corpo pode gerar uma resposta imunológica exagerada e causar até doenças autoimunes. É o que explica o médico otorrino e doutor em ciências pela Universidade de São Paulo (USP), Carlos Nigro, para quem a pressa em tomar uma vacina pode representar riscos maiores do que a própria exposição a uma doença que tem baixa letalidade e que já conta com tratamento precoce comprovado cientificamente.

O problema reside no fato de que não se sabe quem tem imunidade e quem não tem. Diversos casos já foram registrados de pacientes com imunidade anterior, imunidade cruzada, sem ter tido a Covid-19. O medo pode levar muitas pessoas a tomar uma vacina e arriscar complicações maiores.

“Para pessoas que já têm anticorpos (IgG) para o coronavírus 2 a vacina não está indicada e tem mais chances de complicações e doença auto-imune. Por isso a necessidade de realizar exames sorológicos prévios em todas as pessoas antes de receberem a vacina”, diz o otorrino.

O especialista explica que, se a grande maioria das pessoas que pega Covid-19 resolve de modo rápido e sem grandes problemas, isso significa uma alta taxa de IgG (imunidade) para a doença na população. Se é assim, todos os candidatos a tomar vacina deveriam fazer um teste de IgG, segundo Nigro.

O toxicologista do Hospital das Clínicas, Anthony Wong, alertou recentemente em postagem nas redes sociais para o perigo de se aceitar uma vacina com pouco tempo de desenvolvimento e testes. Ele destaca o tempo médio de criação de várias outras vacinas, que não é menor que cinco ou seis anos. Ele alerta para o oportunismo da indústria farmacêutica para vender várias doses de uma vacina que obviamente terá pouca ou nenhuma efetividade.

COMENTÁRIOS